Desenvolvendo uma estratégia de SEO: em que prestar atenção?

[ad_1]

No mundo em que vivemos hoje, onde a Internet determina tendências de vendas, de modos de vida, de modas, saber o que SEO significa e, principalmente, saber as técnicas que formam a estratégia, é fundamental!

A sigla SEO significa, em inglês, Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de procura. Em veras, leste é um conjunto de ações que você pode empregar a conteúdos digitais que vão atender aos requisitos dos algoritmos dos buscadores que conhecemos.

Isso quer expor que seu teor, se escrito da forma correta, poderá ser visualizado em uma melhor colocação nos resultados das buscas feitas sobre sua extensão. Quanto mais no início da página, mais muito posicionada ele está. A intenção é atingir bons rankings orgânicos e, assim, gerar tráfico e mando para um site ou blog.

A luta para se realçar na povaréu da Internet

Já parou para pensar, imaginar quantas buscas são feitas diariamente na Internet? Ou por hora? A cada segundo são milhões, principalmente no Google. As perguntas que os internautas fazer são tantas quanto os números apresentados porquê respostas e o que o algoritmo tenta fazer é organizar os conteúdos de uma forma a oferecer as melhores respostas nas primeiras posições.

E os números mostram que os internautas confiam nas sugestões do buscador: os três primeiros links orgânicos recebem murado de 30% dos cliques e somente 0,78% dos usuários clicam em qualquer link na segunda página dos resultados.

Essas informações significam que cada pesquisa representa uma chance para seu resultado, marca, serviço oferecer a melhor resposta para aquilo que os usuários procuram.

Por isso, se você souber empregar a estratégia SEO corretamente, você terá mais chances de lucrar visibilidade e cliques, recebendo mais tráfico orgânico e conquistando melhores resultados com a sua presença online.

O SEO, na verdade, prova ao Google que seu material atende melhor às perguntas dos usuários que a concorrência. E não para por aí, pois também demonstra que seu teor oferece uma boa usabilidade e que tem domínio no mercado para proporcionar uma boa leitura das páginas do buscador.

No caso do YouTube, logo, não podemos deixar de invocar a atenção, e as estratégias de otimização de canais e vídeos para melhorar o posicionamento nos resultados da procura são fundamentais. Além de ser a maior plataforma de vídeos da internet, é também considerado um dos maiores buscadores. Por isso, é importante saber porquê otimizar o seu teor lá.

Porquê funciona um motor de procura?

Quando você digita uma termo no campo de procura do Google, uma série de complexas operações acontecem em milissegundos e envolvem três etapas: crawling (que é quando o motor de procura rastreia os resultados), indexação (quando as páginas encontradas vão para o índice do buscador) e finaliza com a ação mais importante, que é ranqueamento (quando o motor atribui a colocação do teor encontrado de entendimento com seu intensidade de relevância para a pesquisa do usuário.

Estima-se que o algoritmo do Google trabalhe com mais de 200 fatores de rankeamento. A combinação entre eles é o que determina o posicionamento dos conteúdos nas páginas.

Entendendo um pouco mais a teoria, porquê fazer na prática?

Porquê sempre em qualquer estratégia de marketing, é preciso iniciar com um bom planejamento: qual seu público, de que forma chegar a ele, quais resultados você quer atingir com SEO?

É importante entender que nesse tipo de trabalho estratégico os resultados são obtidos a médio e longo prazo. Por isso, zero de impaciência. O sigilo é encarregar e manter a qualidade do teor e da estratégia, evidente.

O processo de planejamento por algumas definições importantes porquê:

  • Objetivos
  • Persona
  • Material a ser trabalhado – se para web ou YouTube, por exemplo
  • Palavras-chave
  • Tipo de estratégia SEO a ser implementada

Com essas informações levantadas, chegamos à secção prática da coisa, é hora de empregar conhecimentos que podem, e devem, ser aprimorados em cursos e leituras específicas.

  1. Compare seu desempenho de SEO atual, se usa
  2. Analise as estratégias de SEO de seus concorrentes
  3. Defina suas metas
  4. Escolha suas palavras-chave principais
  5. Encontre palavras-chave de rabo longa e defina o teor do cluster
  6. Faça auditoria do teor existente do seu site
  7. Analise sua estratégia e introduza melhorias

Posso otimizar meu teor do YouTube?

Pode e deve! Na maior plataforma de vídeos da internet é muito importante saber conciliar seus materiais para que eles sejam muito ranqueados pelos motores de procura.

Para terem uma boa experiência lá, os usuários precisam encontrar facilmente vídeos do seu interesse. Por isso, seguindo a experiência da Google, que comprou a plataforma, existe aí também um algoritmo capaz de ranquear os melhores conteúdos para cada procura.

Para quem publica teor no YouTube, é importante saber que o algoritmo adota também critérios de engajamento e de otimização do conduto para ranquear os resultados.

Algumas dicas de porquê inaugurar a otimizar seu teor de YouTube

A qualidade do material compartilhado sempre será o primeiro item a ser levado em consideração quando falamos de teor para as redes. No YouTube ainda mais, já que o foco são imagens, movimento, efeitos, produção.

Logo não economize esforços e produza vídeos de primazia. Uma boa dica é usar editores de vídeo que lhe proporcionem a melhor experiência e, evidente, os melhores resultados. Uma boa sugestão é o Movavi Editor de Vídeos Online que oferece resultados realmente surpreendentes e de forma intuitiva.

Palavras-chave

Depois de produzir o material, é hora de definir as palavras-chave que serão usadas na sua estratégia. Elas são essenciais no SEO para YouTube, assim porquê para o Google. Por meio delas, a plataforma identifica o tema do vídeo, indexa o teor e associa-o às buscas dos usuários.

Depois de definidas, elas deverão ser inseridas em campos definidos – porquê título, tags e descrição – ao fazer o upload do registo para que o YouTube possa coletar essa informação e usá-la no ranqueamento.

Título

Depois de uma boa pesquisa de palavras-chave e com a seleção de termos relativos ao seu resultado em mãos, crie o título onde a termo-chave apareça.

Tags

YouTube, porém, as tags ou marcadores são peça fundamental para o ranqueamento de um vídeo. Nesse campo, o YouTube permite usar até 120 caracteres. Aconselhamos que utilize de 6 a 8 palavras, para não confundir o algoritmo com termos que se distanciem do seu teor.

Crie descrições interessantes

A descrição é precípuo para o ranqueamento e por dois motivos: pode ser um instrumento de persuasão para que o usuário acesse o vídeo e para que o algoritmo da plataforma identifique o teor do vídeo. Por isso, cá você deve incluir as palavras-chave que representem os temas tratados no vídeo.

Juntura a termo-chave no nome do registo

Escolha um nome descritivo com a termo-chave inserida em vez do nome padrão de arquivos de vídeo. Dessa forma, a plataforma consegue identificar, já no nome do registo, do que ele se trata.

Ao final, o importante é informar-se e formar-se. Sempre.

Cá te demos algumas dicas e um pouco de conhecimento capital, mas o mundo do SEO é muito mais extenso. Por isso pesquise, procure sempre aprender mais, até porque a cada novas técnicas, novos requisitos são criados ou incorporados e é importante escoltar o que acontece.

Com dedicação e persistência, você vai aprender a impor tudo existe disponível em termos de técnicas e, assim, vai poder tirar o melhor proveito dos motores de procura para sua empresa, marca, serviço.

Aprender a trabalhar com SEO também abre um enorme mercado de trabalho para quem gosta de marketing do dedo. Nos dois casos, confie! O ponto é vasto, mas valerá muito a pena.


[ad_2]
Fonte