Marketing de atração: estratégias de Inbound marketing e SEO conquistam 13,2 vezes mais visitantes e 5,7 vezes mais clientes para uma empresa

[ad_1]

Perito explica porquê melhorar os resultados das vendas e posicionar melhor uma marca no mercado

Na era do dedo e com um grande número de empresas de subida qualidade no mercado, porquê atrair a atenção do cliente de forma positiva e assertiva? É aí que o inbound marketing entra, ou marketing de atração, em português. “O inbound marketing é uma estratégia de marketing do dedo que tem porquê objetivo atrair e invadir um determinado público e torná-lo um consumidor leal da sua marca. É mais do que recrutar seguidores, é atrair pessoas com interesses em generalidade com o que você publica e comenta. Isto faz delas as pessoas certas para gerar resultados positivos para uma determinada empresa”, explica o CEO da escritório Pontodesign e perito no objecto, Joaquin Presas.

De tratado com a última pesquisa E-commerce Trends, as lojas virtuais que adotam uma estratégia de SEO (conjunto de estratégias para melhorar um resultado nas buscas do Google, por exemplo) conquistam 13,2 vezes mais visitantes e 5,7 vezes mais clientes em confrontação com os e-commerces não otimizados com SEO. Ou por outra, 69,4% dos usuários descobrem lojas virtuais por meio de redes sociais.

“Falando de e-commerce, uma boa estratégia de inbound marketing aumenta em mais de 50% o resultado dos investimentos em marketing do dedo, já que o público atraído tem alguma relação com nosso teor. Na publicidade tradicional, falando de forma ampla, atrairíamos um público grande, mas nascente, muitas vezes, não converte em vendas”, diz Presas.

O perito dá dicas de porquê utilizar a técnica na sua empresa e melhorar seus resultados.

1 – Coloque-se no lugar do seu cliente e construa a jornada dele até chegar a você. “Se eu estivesse procurando pelo meu serviço, por onde eu começaria essa procura? E qual seria meu trajeto até fechar o negócio? É o primeiro passo para iniciar a colocar em prática o marketing de atração”, enfatiza;
2 – Tenha um bom site e otimizado para SEO. O site é a “morada própria” da empresa no mundo do dedo. Investir em atrair pessoas para o site e fazer ele ranquear muito no Google é um pouco que vai perseverar e deixar dividendos para a empresa. Já investir muito para atrair as pessoas para a sua rede social é porquê “reformar morada alugada”: enquanto você mora lá tudo muito, mas quando a rede social perde relevância, você perde tudo;
3 – Produza teor. O Google consegue ler o teor do seu site. Ele sabe a frequência com que você posta e consegue entender sobre o que você tem conhecimento, logo invista nisso e movimente-o com um blog. Ele é um dos principais motores para a melhoria de ranqueamento orgânico e, é por meio dele, que os seus clientes vão te descobrir quando procurarem pelo seu serviço no Google;
4 – Conheça suas palavras-chaves e as use. “Por exemplo, se você tem uma pousada em Caiobá, porquê seu cliente te acharia num buscador? Coloque essas palavras no site, em textos no blog, em hashtags nas redes sociais, entre outros”;
5 – Dissemine o teor e atraia para o site. É bom postar o teor no blog, mas ajude as pessoas a saberem que ele existe. Poste e divulgue, seja nas redes sociais, seja via podcast, por meio de vídeos no YouTube, entre outras ferramentas. “Esteja presente no mundo do dedo. Hoje a maior secção das pessoas buscam na internet por uma empresa. Esteja onde seu público está”, finaliza Presas.


[ad_2]
Fonte