Treinamentos mais vistos do Google Academy apontam estratégias para 2021; conheça – POPline

[ad_1]

Os vídeos mais vistos do ano pretérito no Google Academy continuam conversando com muitas das necessidades das empresas e dos profissionais de marketing neste novo ano. A empresa reuniu algumas das principais lições destes treinamentos que não devem ser esquecidas em 2021.

As mudanças causadas pela pandemia do coronavírus demandaram uma adaptação rápida dos negócios. Isso trouxe diversos aprendizados de gestão de crise que deixaram as empresas preparadas para o contexto atual, que ainda é de imprevisibilidade, aponta o Google.

Em apresentação do Google Academy, Adriano Nasser, Head of Channel Sales no Google, destaca os principais aprendizados de 2020, que podem ajudar em outros momentos de crise:

Nasser também aponta que, com a mudança de comportamentos de lojas físicas para o virtual, cada vez mais pessoas vão acessar o site e app do seu negócio. Por isso, é imprescindível prometer que eles sejam fáceis de usar e que não tenham problemas. Mesmo com a reabertura das lojas físicas, o do dedo continua sendo um importante conduto de vendas, pesquisa, informação e atendimento.

Google Academy, dicas para negócios
Foto: Think With Google

Quem está em home office sente os impactos do distanciamento do escritório todos os dias. E para as lideranças das áreas, porquê conseguir engajar suas equipes e gerenciar as questões de trabalho a intervalo em um cenário de incerteza? Neste cláusula o Google Academy reuniu alguns caminhos possíveis de serem trilhados, que envolvem crédito, empatia e planejamento para redesenhar processos.

As mudanças bruscas e contínuas na rotina causadas pela pandemia fizeram os profissionais de marketing se perguntar: porquê as pessoas têm trabalhado? Porquê elas têm feito compras? Ou porquê têm se jocoso? O treinamento de Samuel Moreschi, Gerente de Insights e Pesquisas do Google, trouxe essas respostas ao apresentar dados da pesquisa “Vida na Quarentena”, um estudo feito em parceria com a MindMiners.

Esses dados podem facilitar marcas e empresas a se posicionar no contexto atual — 52% dos entrevistados, por exemplo, esperam que as marcas ajudem a conscientizar a população. Duas análises de Moreschi não devem ser esquecidas. A primeira é sobre o desafio de ser relevante neste cenário, já que, apesar de o público ver a atuação das marcas de forma positiva, ele nem sempre se lembra das ações de marketing feitas na pandemia. A segunda, e mais importante, é que a melhor estratégia no momento é olhar para o presente, já que, diante de tanta incerteza, qualquer epílogo pode ser precipitada.

YouTube: porquê explorar o potencial da plataforma de forma orgânica

Alguns formatos que fazem bastante sucesso na plataforma são: listas, desafios, narrativas (porquê esquetes e reality shows), reviews e explicativos. Segundo o YouTube, esta última categoria merece atenção peculiar, já que engloba tutoriais e DIY (o faça você mesmo), e pode ser uma instrumento interessante para quem pretende mostrar um resultado ou serviço sendo usado. Vale lembrar que o YouTube é a segunda instrumento de procura mais popular na internet, e buscas de porquê fazer alguma coisa são populares na plataforma.

Saiba mais detalhes sobre dicas para a plataforma clicando cá.


[ad_2]
Fonte